Número total de visualizações de página

domingo, 29 de novembro de 2009

Férias? Isso é que era bom ...


Olá, meus súbditos guerreiros, como é que vai a vossa "guerra"?

A minha? Qual minha? Atão num sabendes que sou SubÇubSSubXubSecretário para a Defesa dos vossos interesses? Daí, eu nem vos ter ligado durante estes tempos... isto dá mesmo muito que fazer.

Entretanto, já deleguei no meu Ma(n)jor de Campo (e da cidade) Laranjeira do Laranjeiro os assuntos menores que me estavam a pôr, casos de dar uma fossinha para a tal vitalícia que nunca mais vos chega. Pois tendes que (des)esperar pois ainda tenho que (a)mandar subir alguns impostozinhos a alguns generais de sete estrelas que esses gajos são mais que os soldados da nossa guerra. E vai daí, toma, que é para aprenderem a estarem a gozar à nossa custa.

Então e enquanto não chega o Natal, peço que não me (a)telefoneis tantas vezes senão ainda tenho de me haver com as secretas das escutas e não tenho nenhum Procurador que diga ao povo que eram conversas só pratequilhares ...

Então, esperaide já pelo 14º mês de Pré, que, para já, é o que se pôde arranjar ... claro, com os tais aumentozinhos de 1,009 % para cobrir a (des)inflação prevista.

O vosso embaixador junto do governo sombra,

King the King

sábado, 7 de novembro de 2009

Pensões..."vitalícias"


Olá," (des)cambados", ainda não tombastes de lado?

Pois, com a água-pé que tendes ingerido a acompanhar as "quentes e boas" de S. Martinho, já é um milagre ainda estardes a olhar para cima...

Como (ar)reparaste, tenho andado muito ocupado a pôr isto de "pé" - o meu Ministério, claro, e não o subentendido - e tem-me dado cabo da cuca. Afinal, alguns dos meus adjuntos sub-secretários já pertenciam, alguns deles, à "Face oculta" e agora cheira-me a esturro pois já se fala que eu também sou arguido, só pelo simples facto de em telefonemas "anónimos" os ter convidado para o Ministério! Já agora, qualquer dia já nem se pode telefonar à mamá sem que estes paparazi não metam o bedelho!...

Mas, e como íamos dizendo, vamos começar a distribuir umas pensõezitas vitalícias a alguns dos nossos camaradas, senão eles "comem tudo e não deixam nada". Para a coisa ficar "nos legal", vão ter de mandar cá para o Ministério uma série de papelada, sobretudo médica, a atestar que sofrem de alguma esclerose múltipla, bicos de papagaio, pinga crónica ( que já ultrapassam os sete copitos de verdasco maduro diários), cegueira acentuada ( de não apreciarem já uma gaja boa), paramnésia (esquecer-se da mulher no supermercado), bronquite catarral ( continuarem a (a)mandarem umas "biscas" para o passeio do vizinho), surdez avançada ( de não ouvirem a polícia quando avançastes o vermelho do semáforo) ... e por aí adiante.

Ah! E o respectivo número mecanográfico do exército, e o atestado com a vossa "passagem à disponibilidade" ... para outras malandrices.

Prazo de entrega: até ao dia de Natal.

O vosso "first one",

King of the King.