Número total de visualizações de página

sábado, 10 de setembro de 2011

"Olá, reformados..."

Isto de ser aposentado e para os que já o são é o que deve estar a dar !?
 Com esta crise biliar aguda de se descontar para tudo e mais alguma coisa e com tudo a subir "upa! upa!", qualquer dia, ainda vos obrigam a "embarcar" mais cedo pois já estais a dar prejuízo à nação para além de andardes todos encostados a polir esquinas e vos considerarem descartáveis.
Não valerá a pena mostrardes o cartão de boy ou militante do partido do governo e nem a comenda ou condecoração do 10 de Junho "Por altos feitos em combate na Ônzima..." vos valerá de muito pois só o ouro é que está a dar. Como tal, preparai já o aluguer ou a compra de um bom jazigo para vos mudardes definitivamente para o "outro lado", enquanto S.Pedro ainda tem espaço para vos colocar, que a coisa por cá está mesmo preta.
Mas como nem tudo são notícias aziagas, talvez vos possam reciclar e para justificardes o "pré" da vossa reforma ainda podereis vir  a ser chamados para trabalhos suplementares de secretaria da GNR ou da PSP pois aqueles mandriões já nem pessoal tem para andar a policiar as ruas e é por estas e por outras que vos assaltaram o apartamento ou a casa de campo, à procura de algum valor, não vos valendo grande coisa cantardes o  "Chamem a polícia", que dali não sai nada. Em alternativa, ainda podeis escolher serdes stweards (?) em qualquer dos vossos clubes preferidos, mas sem olhar para os vossos Ronaldos - que besteira e onde é que já se viu terdes que gramar os filhas da p--- ouvidos daquela corja toda e que vai batizando os vossos ídolos sem poderdes acudir! - Em último caso de desespero fazei como os outros, assaltai  aquele banco falido do BPN, com pistola de plástico e a descoberto, a ver se esses ladrões vos devolvem o que restou das vossas economias do pré auferido na campanha do ultramar lá nos Quivuenga-city, com os juros de lei devidos pois já lá vai uma porrada de anos.
Não digais que não vos avisei a tempo.
O vosso gestor económico do banco dos pobres,
Cêntimo Falido.